« Página Inicial

0

candidaturas

Investigador(a) Doutorado(a) Full-time

de Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes em Lisboa (Publicado em 20-01-2020)

AVISO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONCURSAL PARA A CONTRATAÇÃO DE 1 DOUTORADO(A) AO ABRIGO DO ARTIGO 19.º DO DECRETO-LEI N.º 57/2016, DE 29 DE AGOSTO, ALTERADO PELA LEI Nº 57/2017, DE 19 DE JULHO



Ref.ª IMM/CT/2-2020



O Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes (iMM) abre concurso de seleção para a contratação de um investigador pós-doutoral, correspondente ao nível inicial nos termos da legislação aplicável, em regime de Contrato de Trabalho a Termo Incerto, no âmbito do Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) ? Aviso n.º 02/SAICT/2017 - Projeto de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT), financiado por fundos nacionais (FCT-MEC), no âmbito do projeto PTDC/MED-IMU/28664/2017- ?Modulação da malária pela interação entre as duas fases da infecção por Plasmodium? (XS-MalPath).


Legislação aplicável
  • Decreto n.º 57/2016, de 29 de agosto, alterado pela Lei nº 57/2017, de 19 de julho, que aprova um regime de contratação de doutorados destinado a estimular o emprego científico e tecnológico em todas as áreas do conhecimento (RJEC).
  • Código do trabalho, aprovado Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro, na sua redação atual.
  • Decreto Regulamentar nº 11-A/2017, de 29 de dezembro.

1. Plano de Trabalhos a desenvolver: A malária impõe um enorme fardo na saúde pública e na economia de uma grande parte do mundo. Plasmodium, o parasita responsável por esta doença, tem um ciclo de vida complexo, caracterizado por duas fases distintas no hospedeiro mamífero: uma fase pré- eritrocitária, clinicamente silenciosa, onde o parasita cresce e se multiplica dentro de um hepatócito; e a fase sanguínea da infecção, associada às manifestações da doença e todas as suas complicações clínicas. Com este projecto pretendemos questionar os mecanismos subjacentes à fisiopatologia das infecções da malária e reposicionar a fase hepática do desenvolvimento do Plasmodium, passando de uma fase transiente de expansão parasitária para um contribuidor crítico para a evolução clínica da infecção. Para esse fim propomos uma combinação de técnicas de biologia celular e de genética para elucidar os mecanismos subjacentes à cooperação entre as duas fases da infecção do Plasmodium na promoção da imunopatogénese da malária cerebral experimental.



2. Composição do júri: em conformidade com o artigo 13.º do RJEC, o júri do concurso é composto pelos Doutores Ângelo Ferreira-Chora (Presidente do Júri e Responsável do Projeto), Maria Manuel Mota e Sofia Guia Marques.



3. Data de Início do contrato e Local de Trabalho: O presente contrato tem início previsto em Março /Abril de 2020 e mantem-se apenas pelo período necessário à execução do plano de trabalhos proposto; as atividades serão desenvolvidas nas instalações do iMM em Lisboa e/ou noutros locais necessários à execução do plano de trabalhos.



4. Remuneração Mensal: A remuneração base ilíquida mensal a atribuir é de 2.128,34 Euros de acordo com a alínea a) do n.º 1 do artigo 15.º da Lei nº 57/2017, de 19 de julho e com a primeira posição remuneratória do nível inicial previsto no artigo 2.º do Decreto Regulamentar n. 11-A/2017, de 29 de Dezembro, correspondente ao nível 33 da tabela remuneratória única, aprovada pela Portaria n.º 1553-C/2008, 31 de dezembro.



5. Perfil do(a) candidato(a): São elegíveis a concurso cidadãos nacionais, estrangeiros e apátridas que possuam os seguintes requisitos:


Procuramos recrutar: (i) um(a) doutorado(a) altamente motivado que pretenda integrar uma equipa multidisciplinar (com capacidade de trabalhar independentemente e em equipa), (ii) com curiosidade e criatividade, (iii) motivado(a) para resolver problemas, (iv) proficiente em Inglês oral e escrito e (v) com grande interesse na área das interações parasita-hospedeiro. Conhecimentos em biologia computacional e capacidade de analisar grandes conjuntos de dados serão valorizados.


NOTA: Caso o doutoramento tenha sido conferido por instituição de ensino superior estrangeira, o mesmo tem de obedecer ao disposto no Decreto-Lei n.º 66/2018, de 18 de Agosto, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data do termo do prazo para a candidatura.


6. Processo de candidatura: O concurso tem início em 21 de Janeiro e término em 2 de Março de 2020 (30 dias úteis), devendo a formalização das candidaturas efetuar-se mediante o envio dos documentos abaixo indicados, via email, em formato de PDF, para o endereço de correio eletrónico [email protected], com indicação da ref.ª da posição a contratar (obrigatório):


a. Uma carta de apresentação pessoal que explique a motivação para integrar a equipa;
b. Um curriculum vitae com a lista completa de publicações;
c. Certificado de doutoramento (por favor, verificar ?NOTA? no Perfil do(a) candidato(a));
d. Contatos (com endereços de e-mail) de pelo menos duas referências académicas;
e. Outros documentos que o(a) candidato(a) considere relevantes para comprovar o percurso científico (opcional).
Nota: O não cumprimento destes requisitos determina a rejeição liminar da candidatura.

6.1. As falsas declarações prestadas pelos candidatos serão punidas nos termos da lei.



6.2. O iMM promove ativamente uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato(a) pode ser privilegiado(a), beneficiado(a), prejudicado(a) ou privado(a) de qualquer direito ou isento(a) de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.



6.3. Nos termos do D.L. nº 29/2001, de 3 de fevereiro, o(a) candidato(a) com deficiência tem preferência em igualdade de classificação, a qual prevalece sobre qualquer outra preferência legal. Os candidatos devem declarar na candidatura, sob compromisso de honra, o respetivo grau de incapacidade, o tipo de deficiência e os meios de comunicação/expressão a utilizar no processo de seleção, nos termos do diploma supramencionado.

7. Critérios de Avaliação: As candidaturas admitidas a concurso serão avaliadas tendo em conta a qualidade, atualidade e relevância do percurso científico (produção científica e experiência de investigação) e curricular de cada candidato(a) e respetiva adequação ao plano de trabalhos proposto.


Primeira fase: Percurso científico (80%) e Carta de Apresentação (10%) - O currículo será analisado qualitativamente, será dada relevância a: (i) trabalhos científicos executados e / ou publicados com especial relevo nas áreas relacionadas com o plano de trabalho (55%); (ii) experiência de investigação e conhecimento relevante na área do plano de trabalho proposto, conforme descrito no perfil do(a) candidato(a) (25%). Com base na carta de apresentação, será avaliada a motivação e interesse pelas atividades a serem realizadas (5%) e o domínio da língua inglesa (5%). Se/quando considerado necessário, para apoiar a avaliação da primeira fase, o júri pedirá, aos contatos disponibilizados, referências dos(as) candidatos(as).


Segunda etapa: O júri selecionará para uma entrevista (avaliação: 10%) o número de candidatos, até 5, que obtiveram na primeira fase o ranking mais alto (apenas candidatos(as) com um mínimo de 50% serão considerados(as) para esta fase).

Em caso de empate, a decisão será da responsabilidade do presidente do júri.



7.1. Após conclusão da aplicação dos critérios de seleção, o júri procede à redação de uma ata, na qual constará todo o processo de recrutamento, avaliação e seleção, na qual se inclui a lista ordenada dos candidatos aprovados com a respetiva classificação.

7.2. A decisão final do júri é homologada pelo dirigente máximo da instituição, a quem compete também decidir da contratação.

8. Resultados: A lista de candidatos admitidos e excluídos bem como a lista de classificação final são afixadas nas instalações sitas em Av. Professor Egas Moniz, Ed. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa, publicitadas na página eletrónica do iMM em https://imm.medicina.ulisboa.pt/pt-pt/emprego/#results sendo os candidatos notificados por e-mail.

9. Audiência Prévia e prazo para a Decisão Final: Nos termos do artigo 121.º do Código do Procedimento Administrativo, após notificados, os candidatos têm 10 dias úteis para se pronunciar. No prazo de 90 dias, contados a partir da data limite para a apresentação das candidaturas, são proferidas as decisões finais do júri.


Lisboa, 20 de Janeiro de 2020



Empregos recentes de Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes


Visto: 63 vezes
« Volte para a categoria
Considera esta oferta falsa? Denuncie!   
Recomendar a um amigo
« Página Inicial
Receba Ofertas de Emprego
no seu Email:
Facebook Twitter Rss